Weby shortcut

Vou participar de um evento! O que preciso saber?

Atualizado em 27/04/17 23:26.

Vou participar de um evento! O que preciso saber?

 

Esse documento foi elaborado a partir de trechos extraídos do documento da CAPES, intitulado: "Considerações sobre classificação de Eventos".

No processo de avaliação de seus Programas de Pós-Graduação (PPG), a Área de Ensino valoriza toda a produção bibliográfica dos docentes e discentes. Por produção bibliográfica entende-se três tipos: artigos, livros/capítulos e trabalhos completos em anais de eventos.

No que se refere a eventos, é importante saber:

1. "Como o principal produto da Pós-Graduação é a formação discente, uma medida do desempenho pleno do corpo discente repousa na coautoria em produções de maior qualidade. Por essa razão, consideram-se, para fins de avaliação da produção intelectual do programa, os trabalhos gerados por egressos até cinco anos após a conclusão do curso, sempre que caracterizados como frutos de suas teses ou dissertações."

2. Os eventos são classificados ela CAPES com a seguinte tipologia:

  • Congresso
  • Simpósio
  • Encontro
  • Colóquio
  • Workshop
  • Reunião
  • Seminário
  • Painel
  • Fórum
  • Conferência
  • Palestras e Ciclo de Palestras
  • Jornada
  • Feira (ou Mostra)
  • Escola

3. Os critérios para a avaliação dos eventos são os seguintes:

  • Consolidação (número e periodicidade das edições): quanto mais consolidado o evento, melhor ele é avaliado.
  • Abrangência (Internacional, Nacional, Regional, Estadual, Local). Para se ter uma ideia, dentre outros critérios, um evento é considerado Internacional se o comitê científico é composto por maioria de membros de instituições estrangeiras assim como os conferencistas e convidados. Deve haver chamada internacional, com divulgação e apresentação de trabalhos na língua do evento. Os eventos Nacionais e Internacionais podem alcançar a mesma pontuação, nesse critério, até 20 pontos. O Regional, até 15, o Estadual, até 10 e o Local, até 05 pontos.

4. "Os eventos serão avaliados a partir das informações e da produção disponibilizadas em mídias digitais online. Desse modo, a apresentação da URL do trabalho completo em anais é obrigatória na Plataforma Sucupira". E, desse modo, também no Lattes, onde deve se apresentar o nome e a edição do evento, o número inicial e final das paginas.

5. Para ser considerado trabalho completo em anais, deve ter cinco páginas ou mais.

6. Não adiantar publicar muitos trabalhos em eventos, pois há um limite: três vezes em relação ao número de artigos publicados em periódicos qualificados.

 

Mais informações em: http://www.capes.gov.br/component/content/article/44-avaliacao/4670-ensino

Listar Todas Voltar